f

Get in on this viral marvel and start spreading that buzz! Buzzy was made for all up and coming modern publishers & magazines!

Fb. In. Tw. Be.

Zé Roberto ainda vai definir se Tandara disputa as finais da Liga das Nações

tandara

Preocupação de Zé Roberto é que Tandara esteja bem no Pré-Olímpico (Fotos: Divulgação/FIVB)

 

Por Sidrônio Henrique
18 de junho de 2019

 

A oposta Tandara, 30 anos, 1,84m, só disputará as finais da Liga das Nações, em Nanjing, na China, de 3 a 7 de julho, se estiver recuperada. “Se ela tiver condição, joga as finais. Pelo menos para ganhar ritmo para o Pré-Olímpico”, afirmou ao Saque Viagem o técnico da seleção brasileira feminina de vôlei, José Roberto Guimarães, após a vitória por 3 a 0 (25/21, 25/20 e 25/23) sobre uma desfalcada Itália, nesta terça-feira (18), em Ancara, Turquia, na quinta e última semana da fase classificatória.

Em novembro do ano passado, no Campeonato Chinês, a atacante sofreu uma lesão durante uma partida do seu clube, Guangdong Evergrande, contra o Liaoning. A oposta torceu o tornozelo esquerdo ao se desequilibrar depois de um bloqueio.

“A Tandara segue treinando em Saquarema. Está cada dia melhor, segundo os profissionais que estão acompanhando a recuperação dela”, informou o treinador. “A preocupação é que ela esteja bem no Pré-Olímpico”, completou Zé Roberto.

 

Tandara se lesionou durante uma partida do Campeonato Chinês

 

VAGA PARA TÓQUIO
Principal competição do ano, o qualificatório para Tóquio-2020 será disputado em Uberlândia (MG), de 2 a 4 de agosto. O Brasil vai enfrentar República Dominicana, Azerbaijão e Camarões. O quadrangular dá uma vaga para os Jogos Olímpicos.

“Nosso planejamento para 2019 é voltado para o Pré-Olímpico. Vamos utilizar a Liga das Nações para ganhar ritmo, até porque o Pré-Olímpico é curto, são apenas três jogos, temos que chegar lá bem”, disse o técnico da seleção ao site, em maio.

Além da Liga das Nações e do Pré-Olímpico, o calendário deste ano inclui os Jogos Pan-Americanos, o Campeonato Sul-Americano e a Copa do Mundo. Somente no Pan-Americano, em Lima, no Peru, o Brasil será representado por uma equipe B, conforme Zé Roberto, “dando espaço para as mais jovens ganharem experiência”.

 

 

RETA FINAL DA LIGA DAS NAÇÕES
A fase final da Liga das Nações reunirá, além da China (país-sede), os cinco mais bem colocados da etapa classificatória. Já estão garantidos em Nanjing: chinesas, brasileiras, italianas, americanas e turcas. A última vaga está sendo disputada por Polônia, Japão, Bélgica e República Dominicana.

Nas duas últimas partidas desta semana, diante de Bélgica (nesta quarta, às 10h, horário de Brasília) e Turquia (quinta, às 13h), ambas com transmissão do SporTV 2, a seleção brasileira vai manter o time que vem jogando como titular ao longo da competição, informou o treinador. Diante da Itália, o Brasil começou, como tem ocorrido, com Macris, Paula Borgo, Natália, Gabi, Bia, Mara e Léia. Entraram Lorenne, Roberta, Amanda, Tainara e Natinha. Integram ainda o grupo, nesta semana, Mayany e Lara.

“Os cruzamentos são importantes na fase final. A China pega o terceiro e o quarto colocados, enquanto o primeiro e o segundo enfrentam o quinto lugar. Não se pode brincar e o time está na competição para entrosamento, não para testes”, enfatizou Zé Roberto, relembrando o critério para definição dos grupos da fase final. Os dois primeiros de cada avançam às semifinais.

Após a rodada desta terça-feira, o Brasil chegou ao topo da tabela. Se a etapa de classificação terminasse com as atuais posições, por exemplo, a equipe brasileira enfrentaria Itália e Polônia, enquanto a outra chave teria China, Estados Unidos e Turquia. No ano passado, o time de Zé Roberto terminou na quarta colocação. Os EUA ficaram com o ouro, a Turquia com a prata e a China foi bronze.

 

Zé Roberto está atento ao cruzamento das finais da Liga das Nações

 

Saque Viagem

You don't have permission to register